news


9ª edição do Workshop de Cervejas Especiais conta com 225 cervejeiros

Palestras técnicas. Troca de experiências. Cultura cervejeira. A 9ª edição do Workshop de Cervejas Especiais da Agrária Malte foi o maior realizado até hoje. Um total de 225 cervejeiros de 160 cervejarias (desde grandes grupos cervejeiros até micro e pequenas cervejarias) de todas as regiões do país, participaram do seminário realizado de 13 a 15 de junho.

Além de visitar o Museu Histórico de Entre Rios, a FAPA (Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária), a maltaria, a cervejaria experimental e o laboratório central da Agrária, os participantes puderam acompanhar palestras sobre produção de cevada nacional, leitura dos parâmetros de malte em microcervejarias, moagem e rendimento do malte, novas variedades de lúpulo, biotransformação de terpenos na fermentação, e testes práticos de dry-hopping.

“Eu ainda não havia tido a oportunidade de conhecer a Agrária. Eu vim com o intuito primário de ampliar meu conhecimento sobre matéria-prima, mas fiquei impressionado com toda a cultura que há por trás do malte feito aqui”, destacou Edenilson Saes, da cervejaria Eisenbahn.

Para o palestrante Andreas Gahr, da cooperativa alemã de lúpulo HVG, o grande número de cervejeiros presentes no evento mostra o quanto a cultura cervejeira está em ascensão no Brasil. “Isso é bom inclusive para nós, que viemos aqui para realizar as palestras. Porque em muitos seminários só se veem fornecedores, ou seja, pessoal especializado em máquinas, equipamentos e insumos para cervejarias. Mas poder trazer esse conteúdo diretamente aos cervejeiros é muito mais interessante”.

A cervejeira Dayani Arenza, da Schaf Bier, ressaltou o aumento da participação feminina – tanto no mercado cervejeiro, quanto em eventos relacionados a esse nicho. “No meu primeiro curso de produção de cervejas, eu era a única mulher. Hoje, na minha pós-graduação em produção de cerveja, somos em seis mulheres. E hoje aqui eu vejo que o público feminino também é grande, e está sempre crescendo. Eu sempre digo que todas as mulheres que entram no negócio de cervejas se apaixonam”.

Mas o contato com outros cervejeiros de todo o país, que o workshop proporciona, também é um dos atrativos do evento, segundo Vercilei Bienert, da cervejaria Big John. “A troca de experiências é uma das coisas que mais agregam, porque além do conteúdo das próprias aulas, acabamos aprendendo com os colegas sobre equipamentos, técnicas, receitas, e também conhecendo outras realidades. É muito enriquecedor”.

Na opinião do Marcelo Costa Cabral Peña, da Caixeiro Viajante, representante da Agrária Malte no Rio Grande do Sul, o workshop fala mais diretamente ao público cervejeiro do que outros eventos setoriais. “O workshop é fundamental. O cliente descobre que a Agrária é muito mais do que o saco de malte que ele compra. Ele passa a conhecer toda a cultura, a história, a pesquisa, o desenvolvimento e o compromisso com a qualidade que tem por trás da matéria-prima que ele compra. E isso nos aproxima mais do que qualquer outro evento poderia”.

Além do Workshop da Agrária Malte, os representantes de cada região também promovem workshops locais voltados aos cervejeiros. Procure seu contato comercial e participe!

Agraria Cooperativa Agrária Agroindustrial (42) 3625-8000 saca@agraria.com.br